Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Newsletter

Eleições do TJ-RJ: Entrevista com Adriano Celso Guimarães

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro elegerão na próxima segunda-feira (10), às 11h, a nova administração da Corte para o biênio 2019-2020. A AMAERJ disponibiliza os canais de comunicação da entidade para os candidatos, por meio de entrevista, apresentarem suas propostas. Confira abaixo a entrevista com o desembargador Adriano Celso Guimarães, candidato a corregedor-geral de Justiça.AMAERJ: Por que o sr. decidiu concorrer ao cargo de corregedor-geral de Justiça?Guimarães: Após vários anos de magistratura e tendo percorrido todos os degraus da carreira, restou-me a convicção de que os Juízes fluminenses destacam-se no cenário nacional, prestando a jurisdição atentos à responsabilidade que lhes é atribuída como integrantes de um dos poderes do Estado. Dentro deste quadro e certo de que este ideal jamais poderá esmorecer, decidi concorrer a tão honroso e espinhoso encargo com o objetivo de contribuir para que os componentes do primeiro grau tenham todas as condições possíveis para o adequado desempenho de seu mister.AMAERJ: Quais são os principais desafios da Corregedoria?Guimarães: A Corregedoria cuida dos meios necessários à correta prestação jurisdicional. E para tanto é preciso um número adequado de serventuários, preparados para o exercício de sua específica função e com a percepção de uma remuneração justa. Diante de referida necessidade, revela-se o desafio da manutenção de um quadro de servidores aptos a tanto, não só para o atendimento ao público como para o auxílio aos Juízes, exercendo suas funções em condições correspondentes à importância de referida atividade.AMAERJ: Quais suas principais propostas?Guimarães: O Juiz de primeiro grau é o mais importante componente do Poder Judiciário. É ele que tem o contato com a parte, colhe a prova e dá a primeira solução ao conflito de interesses. O que farei é um constante diálogo com os Juízes, ouvindo seus reclamos e buscando soluções para os mesmos, sempre com o objetivo de superar as naturais dificuldades decorrentes do exercício da nobre missão desempenhada.AMAERJ: Que mensagem o sr. gostaria de mandar aos magistrados?Guimarães: Conclamo os Juízes à união de propósitos, no sentido de juntos criarmos um Judiciário forte e independente.AMAERJ: Histórico no TJ-RJ.Guimarães: Juiz desde 1984, Desembargador em 2001, eleito para o Órgão Especial em 2012, sendo dele membro efetivo a partir de 2015, décimo quarto mais antigo componente da Corte.
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.